Distrito Federal

31ª DP prende falso advogado acusado de estelionato sentimental

Publicado

em


Equipe da 31ª DP, após seis meses de investigações, realizou a prisão de um homem, de 51 anos, acusado de aplicar vários golpes, dentre eles, o estelionato sentimental contra uma mulher, moradora de Planaltina. O homem foi localizado e preso no bairro Jardim Paquetá, em Planaltina/GO.

As apurações tiveram início em 26 de março de 2021, quando os investigadores tomaram conhecimento de uma vítima de estelionato sentimental cujo autor, passando-se por advogado, namorou a vítima por um certo período de tempo e frequentou festas familiares, círculos de amizades e demais eventos sociais com a promessa de se casar com a vítima, porém pegou para si o dinheiro da família e sumiu sem deixar vestígios. O autor conseguiu subtrair da família uma quantia aproximada de R$ 16 mil.

Durante as diligências, foi possível identificar o autor, tratando-se de uma pessoa perigosa, envolvida em crimes de extorsão desde o ano de 2008— inclusive em extorsão mediante sequestro no ano de 2009. Também foi levantado que o investigado é reincidente na prática de crimes de estelionato dos mais variados, dentre eles o estelionato sentimental.

Nessa modalidade de estelionato, apurou-se que o autor se passava por advogado — apesar de não ter formação acadêmica em Direito — com a finalidade de se aproximar das vítimas e persuadi-las a realizar empréstimos bancários para apropriar-se de todo o dinheiro.

De acordo com a delegacia, o investigado também responde por uso de documento falso, extorsão—para não divulgação de vídeos íntimos—, solicitação de recompensa para supostamente devolver veículos furtados ou roubados, além de outros golpes.

As investigações ainda comprovaram a existência de um mandado de prisão expedido pelo Estado de Goiás em desfavor do autor, e de vários posts em redes sociais com relatos de vítimas do falso advogado, todas moradoras de Planaltina/GO.

READ  Polícia Civil prende falsas dentistas na Zona Leste

Durante a prisão, na última quinta-feira (8), o criminoso ainda tentou empreender fuga, mas foi capturado no quintal da própria casa. Com o investigado foram localizados: carteira e broches oficiais da OAB; documentos relacionados às vítimas que registraram ocorrência na 31ª DP; fotografias de mulheres seminuas, acompanhadas de cartas exigindo depósito de dinheiro para não divulgar vídeos; diversas imagens capturadas em redes sociais na com dados pessoais e fotos de veículos furtados pertencentes às vítimas.

No momento da prisão, o envolvido, segundo os investigadores, foi bastante irônico, ao dizer: “Não me dão oportunidade, então, eu ganho muito, muito dinheiro com estelionato.”

Cumpridas as formalidades legais, o envolvido foi recolhido à carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Assessoria de Comunicação/DGPC

#PCDFemAção

A nossa missão é investigar!

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA