Espírito Santo

DSP prende suspeito de cometer latrocínio contra mulher grávida em Cariacica

Publicado

em


A Polícia Civil (PCES), por meio da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP), prendeu, na última terça-feira (31), no bairro Santa Cecília, em Cariacica, um homem de 21 anos, suspeito de ser o autor de um latrocínio ocorrido na madrugada do dia 05 de dezembro do ano passado, contra uma jovem de 21 anos, que estava grávida de quatro meses. Ela foi baleada durante a tentativa de assalto após sair de uma boate no bairro Vila Capixaba, em Cariacica. Os detalhes das investigações foram apresentados na última sexta-feira (03), em entrevista coletiva, na Chefatura da Polícia Civil, em Vitória.
 
As investigações tiveram início logo após o fato e culminaram na prisão do investigado, contra quem havia um mandado de prisão preventiva em aberto. Ele estava na casa da mãe, no bairro Santa Fé, em Cariacica, e não ofereceu nenhuma resistência. “O suspeito tem passagens por tráfico de drogas, processos de ameaças e porte ilegal de arma de fogo”, ressaltou o titular da Delegacia de Segurança Patrimonial, delegado Gianno Trindade.

O crime

O crime aconteceu na madrugada do dia 05 de dezembro do ano passado, quando as vítimas estavam a caminho de um sítio, no bairro Vale do Moxuara, em Cariacica. No entanto, o plano do autor já estava em andamento horas antes, em uma casa de shows em Vila Capixaba, Cariacica.
 
Segundo as investigações, o objetivo do autor era roubar o dinheiro do namorado da vítima, que trabalha como promotor de eventos. Naquela noite, ele estava realizando um baile funk em Vila Capixaba, que acabou sendo interrompido pelas equipes de fiscalização e combate à Covid-19. Com o show suspenso, o promotor, a namorada e dois irmãos dela seguiram para outra festa, em um sítio no Vale do Moxuara.
 
Um rapaz, que estava no show cancelado, pediu carona afirmando que também iria para o sítio. No entanto, as investigações apontaram que ele já tinha planos de roubar o dinheiro do promotor de eventos. “Acreditamos que ele já tinha a intenção de cometer o roubo nesse show, pois o promotor afirmou que, na época, andava com dinheiro vivo para cobrir despesas eventuais das festas que promovia e o suspeito já poderia ter essa informação”, afirmou o delegado. Trindade acrescentou ainda que o laudo cadavérico confirmou que a jovem estava grávida de 16 semanas, o equivalente a quatro meses de gestação.
 
Segundo a investigação, o crime ocorreu durante o trajeto para o Vale do Moxuara. “Durante o trajeto, o suspeito anuncia o assalto com um revolver. 38. O homem faz um disparo que transfixa o banco do carona e atinge a região dorsal da vítima, que veio a óbito. Após o ocorrido, o suspeito foge. Nós tentamos fazer a prisão dele ainda em flagrante, mas ele não foi mais localizado”, explicou o titular da DSP.
 
Durante as diligências, chegou ao conhecimento da polícia uma foto que o autor tirou com o cantor que se apresentaria no show cancelado. Todos os ocupantes do veículo reconheceram o detido como autor do roubo.
 
Texto: Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

READ  EM IMPERATRIZ, POLÍCIA CIVIL PRENDE POR ROUBO E HOMICÍDIO QUALIFICADO FORAGIDO DA JUSTIÇA DO PARÁ

 
Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]
 
Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
[email protected]

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA