São Paulo

IIRGD presta serviço que busca identificar pessoas desconhecidas no Estado de São Paulo

Publicado

em


A Polícia Civil, através do Setor de Identificação Móvel (SIM), do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), diariamente, presta serviços com o objetivo de amparar e auxiliar pessoas vivas, que por algum motivo, seja de saúde ou de assistência social, estejam longe de familiares e sem identificação civil. O objetivo deste trabalho é identificar pessoas que estejam desaparecidas e ou doentes que não conseguem se lembrar de seus dados pessoais e nem onde se encontram seus familiares.

Uma vez que o serviço é solicitado por hospitais, entidades de saúde ou de assistência social, uma equipe do SIM se dirige até o local e faz um levantamento de todas as informações possíveis sobre a pessoa, analisa a ficha de registro e, se possível, entrevista a pessoa desconhecida. Na sequência realiza a fotografação e a coleta das impressões digitais.

Depois de todas as diligências realizadas em campo, a equipe inicia as diligências internas realizando pesquisas nos bancos de dados policiais e a perícia papiloscópica com base nas impressões digitais coletadas.

Emissão de RG

Outra atividade realizada pelo SIM do IIRGD está voltada à identificação civil, para emissão de carteira de identidade, preferencialmente para pessoas com mobilidade reduzida (permanente ou momentânea). Normalmente, são pessoas com movimentos limitados em razão de idade, doença degenerativa, deficiência física ou mental.

Em razão de tais incapacidades, as pessoas não podem comparecer de forma digna e segura a um posto de identificação, então o atendimento da equipe do SIM (IIRGD) é realizado em residências, hospitais, casas de repouso, abrigos ou outras unidades de internação.

O IIRGD ainda trabalha com o objetivo de coordenar, organizar, planejar e executar ações de cidadania ou mutirões destinados ao atendimento de pessoas para a emissão de documento de identidade (RG). São ações que buscam dar cidadania e dignidade para pessoas que carecem de maior atenção por parte dos órgãos estatais.

Geralmente são feitas nas regiões mais carentes do Estado de São Paulo, por exemplo, ações itinerantes em instituições de ensino para fornecimento de documento de identidade (RG) aos alunos que ainda não possuíam ou que por algum motivo estavam sem o documento de identidade (RG). Ainda são realizadas emissões de documentos de identidade para as pessoas que foram vítimas de fortes chuvas, desmoronamentos, incêndios, entre outras catástrofes em geral.

Comentários do Facebook
READ  Falsa advogada é presa em São Carlos
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA