Espírito Santo

Operação Sceleratus prende cinco suspeitos e apreende três armas na Grande Vitória

Publicado

em


A Polícia Civil (PCES), por meio da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), deflagrou a 2ª fase da Operação Sceleratus e prendeu cinco suspeitos de envolvimento em roubos contra estabelecimentos comerciais. A operação teve início no mês de junho e foram cumpridos mandados de prisões nos municípios da Serra, Cariacica e Vila Velha.    

Na ação, foram apreendidas três armas de fogo e 64 munições. 40. Os detalhes das prisões foram apresentados em coletiva de imprensa realizada na manhã da última quinta-feira (30), no auditório da Chefatura da Polícia Civil, em Vitória.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, afirmou que as prisões são qualificadas e que foram realizadas pelo trabalho investigativo da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic). “As provas robustas vão para o Ministério Público e o Poder Judiciário, para que os mandados de prisão preventiva e temporária sejam concedidos. É dessa maneira que os criminosos ficam presos”, disse o delegado.  

As investigações apontam que os suspeitos fazem parte de uma associação criminosa e o principal alvo dos criminosos são as lojas de celulares. “São criminosos que aproveitam as oportunidades para cometer esses tipos de crimes, principalmente em estabelecimentos comerciais. Já estávamos desenvolvendo a 3ª fase dessa operação e que terá outras fases, pois não iremos permitir que o trabalhador de bem seja vítima desses criminosos. Estamos trabalhando para retirar essas pessoas de circulação”, explicou o titular da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio, delegado Gabriel Monteiro.

Segundo o responsável pelas investigações, todos os indivíduos detidos tinham diversas passagens por furtos, roubos e tráfico de drogas.

Os suspeitos já passaram por uma audiência de custódia e foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana (CTV), onde vão ficar à disposição da Justiça.

Resultados

Durante as diligências da Operação Sceleratus, foram apreendidas no total 17 armas e 15 pessoas já foram presas. “Temos a inteligência da Polícia Civil, que, por meio dela, conseguimos desvendar todos os crimes que acontecem nas lojas de celulares”, ressaltou Gabriel Monteiro.

Ainda segundo o delegado, a vítima não deve reagir no momento do assalto. “Os criminosos não têm nada a perder. Procure a Polícia Civil e registre um boletim de ocorrência, para que possamos ter a ciência do crime, para estamos investigando e identificando os suspeitos”, orientou o delegado.

Texto: Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

 

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini/Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27)99231-5157 
[email protected]

Comentários do Facebook
READ  Autor de tentativa de homicídio é preso em Guaçuí
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA