Espírito Santo

Operação Turano: PCES e PCRJ detêm dois indivíduos suspeitos de homicídio em Vila Velha

Publicado

em


A Polícia Civil (PCES) deflagrou, na última quarta-feira (09), a Operação Turano, que resultou na prisão de dois suspeitos relacionados ao homicídio de Luiz Fernando Albino Nascimento, de 12 anos, no dia 18 de fevereiro de 2019. A criança foi morta com mais de dez disparos de arma de fogo, no bairro Glória, em Vila Velha. As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha.

De acordo com o titular da DHPP de Vila Velha, o delegado Tarik Souki, a primeira prisão ocorreu na quarta-feira (09), no bairro do Méier, no Rio de Janeiro, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ). O suspeito de 31 anos é apontado como o chefe do tráfico de drogas dos bairros Ibes, Jaburuna, Boa Vista e parte de Itapoã, em Vila Velha, e teria sido o mandante do crime.

O delegado explicou que a DHPP de Vila Velha estava monitorando o investigado e conseguiram informações de que ele se escondia no Complexo da Favela da Maré, no Rio de Janeiro. A prisão foi realizada quando o suspeito se dirigia a um hospital com suspeita de Covid-19. “Recebemos essas informações e entramos em contato com a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) lá do Rio. Foram deslocadas várias viaturas para os possíveis hospitais que ele iria e conseguimos realizar a prisão”, explicou o delegado.

Além desse homicídio, o detido é investigado por estar ligado a cerca de dez homicídios. O criminoso foi preso em cumprimento ao mandado de prisão temporária e será recambiado para o Espírito Santo, após a autorização judicial.

Ainda segundo as investigações, dois atiradores realizaram o crime. Um deles foi assassinado e o outro já estava no sistema prisional por tráfico de drogas. Na quinta-feira (10), foi cumprido o mandado de prisão temporária em desfavor do segundo indivíduo, de 25 anos, no Presídio de Xuri, em Vila Velha.

READ  Polícia Civil prende cinco suspeitos de darem golpe do cartão clonado em idosos

O crime

De acordo com as investigações, a vítima de 12 anos era responsável pelo tráfico na pracinha do Ibes, em Vila Velha. No dia 15 de fevereiro de 2019, ele ficou de plantão no local e faturou R$ 6 mil em drogas. “Já no dia seguinte, logo pela manhã, o garoto tinha que fazer o ‘acerto’ dessa quantia com o gerente do tráfico, mas ele disse que foi assaltado por um criminoso da boca de fumo do bairro DomJoão Batista, também no município”, explicou o delegado. 

A desculpa dada pelo menino não convenceu os criminosos, que ficaram observando o garoto. No dia 17 do mesmo mês, a criança comprou uma motocicleta amarela e circulou com ela pelo bairro. Um dia depois, Luiz Fernando Albino Nascimento

foi executado a tiros, a mando do chefe do tráfico de drogas.  

No dia 20 de fevereiro de 2019, policiais militares prenderam dois suspeitos. Com eles, foram apreendidos 400 pinos de cocaína e duas pistolas calibre. 38. Foi solicitado o exame de microcomparação balística desses armamentos com os projéteis encontrados no corpo da vítima. O resultado deu positivo e confirmou a relação dos suspeitos com o homicídio.

Texto:  Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

[email protected]

 Atendimento à Imprensa

Olga Samara/ Matheus Zardini

(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/

(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

[email protected]

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA