Maranhão

POLÍCIA CIVIL DO MARANHÃO DEFLAGRA OPERAÇÃO CONTRA PROSTITUIÇÃO INFANTIL NA ZONA RURAL DE PINHEIRO. RESULTOU NA PRISÃO DE 05 ACUSADOS

Publicados

em


LABLAB

SSP-Ascom

Ações contra a criminalidade na zona rural do município de Pinheiro-MA, resultou na prisão de 05 presos, sendo 04 em decorrência de Mandado de Prisão Temporária e 01 preso em flagrante. A operação denominada “Operação Liberta”, aconteceu na manhã desta terça-feira (19), tendo como alvo, 07 suspeitos investigados pelos crimes de estupro de vulnerável.

A operação Operação Liberta deflagrada aconteceu por intermédio da 5ª Delegacia Regional de Pinheiro/MA, vinculada à Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), a Delegacia Especial da Mulher, com apoio do Grupo de Pronto Emprego (GPE) e Delegacia de Polícia Civil de Santa Helena; onde conforme investigação realizada pela DEM de Pinheiro/MA, a vítima atualmente com 12 anos de idade, vinha sendo explorada sexualmente desde os 10 anos de idade. Nas investigações fora descoberto, que a principal agenciadora era a própria genitora, a qual recebia pequenas quantias em dinheiro para autorizar a menor a manter relações sexuais com homens da região. Tais abusos sexuais ocorriam nos Povoados Bom Viver e São Luizinho da Chapada, ambos zona rural de Pinheiro/MA.

Prisão da mãe da vítima e outros 04 acusados

Diante dos fatos acima expostos fora representado pela Prisão Temporária da mãe da vítima e outros 06 acusados. A mãe foi localizada e presa, além de outros 04 criminosos, os quais foram conduzidos para Delegacia Regional de Pinheiro para formalização dos procedimentos cabíveis. Durante a operação foi encontrada uma arma de fogo do tipo revolver calibre 38, na residência de um deles. Este também foi autuado pelo crime de posse de arma de fogo. Com outro acusado foi encontrada uma espingarda de fabricação caseira.

READ  POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS DE PRISÕES E BUSCAS E APREENSÕES. 05 ALVOS JÁ FORAM PRESOS

As investigações continuam em andamento para localização dos demais suspeitos, bem como na identificação de outros autores do crime de estupro de vulnerável. Realizadas as comunicações necessárias, os presos foram encaminhados a Unidade Prisional de Pinheiro, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Fonte: PC MA

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA