Paraíba

Polícias civis de todos os estados deflagram operação nacional de repressão a crimes contra o patrimônio

Publicado

em


As Polícias civis dos 26 estados e do Distrito Federal deflagraram nesta quarta-feira, 17 de novembro, a Operação Voleur, de repressão a crimes contra o patrimônio. A operação é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC) e integra ações policiais desencadeadas em todos os estados para reprimir crimes de roubo, furto, receptação, com cumprimento de prisões e de buscas e apreensões.

Na Paraíba, foi empregado um efetivo de 50 policiais civis e 12 viaturas. Até o momento, foram presas 12 pessoas no estado, além da apreensão de 93 munições, 157 aparelhos celulares, quatro veículos e uma arma de fogo. As ações foram realizadas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (DCCPAT) e Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, sob a coordenação da Delegacia-Geral.

O delegado-geral da Polícia Civil, André Rabelo, disse que várias prisões e apreensões realizadas pela Polícia Civil nos últimos 15 dias no estado fazem parte dessa operação nacional.

“Tecnicamente, essa operação teve início no dia 1º de novembro em todos os estados, cada um deles cumprindo seus respectivos cronogramas. A carga de aproximadamente meio milhão de reais, por exemplo, que foi roubada de uma grande empresa brasileira e localizada por nossas equipes no dia 11 deste mês, em Santa Rita, está no rol de ações dessa operação”, disse André Rabelo.

Em todo o país, estão sendo cumpridos 355 mandados de prisão e 132 de busca e apreensão. A presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC), delegada Nadine Farias Anflor, disse que a ação desencadeada pelas Polícias Civis demonstra o compromisso das instituições nos estados em fazer frente aos crimes que causam insegurança ao cidadão, especialmente aqueles hediondos.

READ  Polícia Civil prende foragido da justiça que praticava assaltos na orla de João Pessoa

“Desencadeamos essa operação para analisar e reprimir de forma qualificada, cada vez mais, os crimes de roubos, furtos, roubos e cargas e aqueles corriqueiros, que também tiram a paz do cidadão”, observou Nadine, que é chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

O balanço final com os resultados da Operação Voleur será divulgado no final da tarde desta quarta-feira, pois as ações ainda estão em curso, e novas prisões podem acontecer ao longo do dia.

VOLEUR

O nome Voleur é uma referência francesa a quem pratica crimes contra o patrimônio, roubando ou furtando para si o que não lhe pertence.

Assessoria de Comunicação. Polícia Civil da Paraíba

Fonte: PC PB

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA