Paraíba

Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de matar vigilante; ex-companheira da vítima está entre os presos

Publicado

em


A Polícia Civil da Paraíba deflagrou na manhã desta quinta-feira, 28 de outubro, a Operação Conexão para prender três pessoas investigadas pelo assassinato do vigilante Ricardo Inácio da Silva, morto com vários tiros no dia 27 de julho deste ano, no município de Picuí (PB). A investigação é do Núcleo de Homicídios e Grupo Tático Especial (GTE) sediado naquela cidade, com o apoio da 11ª Delegacia Seccional (sede em Queimadas) e a Delegacia de Homicídios de Campina Grade.

De acordo com as investigações, o plano para matar o vigilante foi arquitetado pela ex-companheira da vítima e um amante dela. O objetivo deles seria ficar com os bens da empresa de vigilância, que pertencia a Ricardo.

“A princípio, disseminou-se uma versão de que Ricardo teria sido assassinato por causa de disputas por território para vigilância patrimonial, mas nós investigamos a chegamos a outra motivação. É um trabalho minucioso, baseado em vários planos de investigação, fazendo a conexão entre os investigados e a vítima. Uma verdadeira trama para matar o vigilante”, disse o delegado seccional Iasley Almeida.

A mulher e seu atual companheiro foram presos no município de Umbuzeiro. O terceiro investigado, que trabalhou na empresa de Ricardo Inácio, foi preso em campina Grande.

Eles estão recolhidos, à disposição do Poder Judiciário.

Assessoria de Comunicação. Polícia Civil da Paraíba

Fonte: PC PB

Comentários do Facebook
READ  Polícia Civil indicia integrantes de quadrilha que praticava golpe da pirâmide financeira e causou prejuízo de R$ 14 milhões
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA