Espírito Santo

Supic prende em Vitória foragido da Justiça acusado de feminicídio no Pará

Publicado

em


A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Superintendência de Polícia Interestadual e Captura (Supic), prendeu um marceneiro de 43 anos acusado de feminicídio na cidade de Belém, no Estado do Pará. A prisão ocorreu nessa quarta-feira (29), no bairro Santo Antônio, em Vitória.  

“Ele praticou um feminicídio no Estado do Pará e o crime deu muita repercussão naquele Estado. Esse mesmo cidadão também responde a um processo por violência doméstica na Bahia e estava aqui no Espírito Santo achando que ia viver tranquilamente”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

Uma das atribuições da Superintendência de Polícia Interestadual e Captura é realizar levantamentos sobre o paradeiro de indivíduos com mandado de prisão em aberto e dar cumprimento aos mandados. Para isso, os policiais da Supic produzem um dossiê sobre o foragido e realizam diligências para localizá-lo.

“Esse cidadão já tinha morado aqui no Espírito Santo, por volta de 2017/2018, e posteriormente foi morar na Bahia. De lá, se mudou para o Estado do Pará. Ele responde por violência doméstica no contexto da Lei Maria da Penha, em Vitória da Conquista, na Bahia, e esse feminicídio resultou na decretação de prisão preventiva, no Pará. Ele cometeu crimes nesses dois lugares e havia grande possibilidade de vir a cometer crimes aqui no Espírito Santo, pois aqui ele já estava em um relacionamento fixo, na região da Grande São Pedro”, relatou o superintendente de Polícia Interestadual e de Captura, delegado Júlio César.

O crime atribuído ao detido foi cometido em maio de 2020, em Benevides, na Região Metropolitana de Belém. Uma mulher de 37 anos foi estrangulada e, em seguida, o assassino fugiu com a motocicleta dela. Em março de 2021, a Justiça paraense expediu mandado de prisão em desfavor do companheiro da vítima que, com o objetivo de se esconder, veio para o Espírito Santo.

Ao serem informados sobre o mandado de prisão e localizarem o paradeiro dele, os policiais da Supic realizaram diligências e conseguiram localizar o acusado em uma marcenaria, onde estava trabalhando. O homem ainda deu nome falso aos policiais, mas foi confrontado e acabou confirmando que a ordem de prisão era realmente para ele. O detido foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV), onde permanece à disposição da Justiça paraense, a quem compete decidir se ele será transferido.

Texto: Camila Ferreira

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa
Matheus Zardini/Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27)99231-5157
[email protected]

 

Comentários do Facebook
READ  Polícia apreende 135 pedras de crack com adolescente em Aracruz
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE

NORDESTE

CENTRO-OESTE

SUDESTE

SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA